O fiasco da Super Liga provou que este futebol está destruído.

Contudo, os adeptos de toda a Europa já há muito que
sabem disto e têm vindo a falar sobre este assunto há décadas.

Agora, exigimos que a UEFA, as Federações, as Ligas,
clubes e políticos se mantenham fiéis à sua palavra,
agindo para que resolvam esta situação.
Está na hora de #ReclaimTheGame
NÓS EXIGIMOS
ENVOLVIMENTO DOS ADEPTOS
Se "futebol sem adeptos não é nada", então devemos ser reconhecidos como intervenientes-chave e envolvidos em todas as discussões e decisões sobre o futuro deste jogo.
1
RESPEITO PELOS ADEPTOS E PELA CULTURA DOS ADEPTOS
Apesar do financiamento do jogo, os interesses e direitos dos adeptos são amplamente ignorados. Esta situação tem de acabar. Devemos ser tratados com dignidade, devemos poder ser capazes de nos expressar livremente no estádio, e não ser sujeitos a punições colectivas injustas. As ligas e clubes têm de parar de marcar jogos em alturas ridículas.
2
LIBERDADE DE ESCOLHA
Os adeptos de futebol não são cidadãos de segunda classe. Devemos poder escolher entre sentar ou ficar de pé, tomar uma bebida, ou viajar para jogos fora.
3
FUTEBOL ACESSÍVEL
O preço para se poder seguir "o jogo do povo", tem aumentado massivamente nos últimos anos. Isto tem excluído demasiados adeptos, incluindo os mais jovens. Nós recusamo-nos a pagar mais por salários altíssimos e honorários de agentes desportivos. Os bilhetes para jogos em casa devem ser acessíveis e deve haver um preço máximo nos bilhetes para jogos fora.
4
FUTEBOL PARA TODOS
Todos têm o direito de jogar e ver futebol. O jogo tem de ser mais diversificado, mais inclusivo, e mais europeu.
5
REGULAMENTAÇÃO MAIS SÓLIDA
Não deviam só os clubes mais ricos deter o poder de gerir o futebol e decidir o seu futuro. As regras devem criar um campo de jogo nivelado, encorajar a transparência, reforçar a equidade financeira, e proteger o jogo de cima a baixo.
6
PARTILHA DA RIQUEZA
O futebol está mais rico do que nunca, mas apenas alguns de clubes parecem disso beneficiar. A riqueza do jogo deveria ser distribuída de forma mais equitativa, com mais dinheiro a ser direccionado para as ligas mais pequenas e para o desenvolvimento do futebol de base.
7
EQUILÍBRIO COMPETITIVO
O fosso crescente entre e dentro das ligas tornou o futebol menos competitivo e mais previsível. A única forma de inverter esta situação é partilhar os recursos do jogo e manter o mérito desportivo.
8
A UEFA ELIMINAR AS SUAS REFORMAS DA LIGA DOS CAMPEÕES
Adicionar mais clubes e jogos à Liga dos Campeões irá prejudicar o futebol europeu a todos os níveis. Permitir que os clubes se qualifiquem com base em eventos passados, é uma recompensa para os conspiradores da Super Liga. O processo desta reforma deve ser interrompido, e os adeptos devem ser envolvidos em discussões sobre o futuro das competições europeias.
9
OS GOVERNOS NACIONAIS E A EU DEVEM PROTEGER OS NOSSOS CLUBES E COMUNIDADES
A existência de clubes em todo o continente é ameaçada por fundos gananciosos e regulamentos coxos. Os governos e a UE devem fazer tudo o que estiver ao seu alcance para proteger os nossos clubes e o futebol como um todo.
10
AS FEDERAÇÕES E LIGAS DEVEM DESAFIAR A INFLUÊNCIA DOS CLUBES RICOS
As Federações e as Ligas devem servir os interesses de todo o jogo, actuando como um contrapeso ao poder dos clubes ricos.
11


#ReclaimTheGame
STAY INVOLVED
ENDORSE THE MANIFESTO

SHARE IT

WATCH THIS SPACE FOR UPDATES

#ReclaimTheGame
Made on
Tilda